Walter deixa o Pacaembu revoltado e ameaça deixar o Fluminense

Atacante não entra na partida contra o Palmeiras e mostra insatisfação com o clube

Walter ameaça deixar o Fluminense.

Walter ameaça deixar o Fluminense.

Depois que Cristóvão Borges assumiu a direção técnica do Fluminense, no lugar de Renato Gaúcho, o atacante Walter perdeu a sua vaga na equipe titular. Nos últimos jogos, ele tem entrado apenas no segundo tempo, situação que já começou a incomodar o jogador. Neste sábado, ganhou um novo motivo para se aborrecer.

Walter ficou no banco de reservas do Pacaembu durante os 90 minutos da vitória por 1 a 0 sobre o Palmeiras e, quando a partida acabou, não fez questão de esconder a sua irritação.

Em entrevista à “Rádio Globo”, Walter falou alguns palavões e avisou que estava saindo muito aborrecido do estádio por não ter sido utilizado por Cristóvão Borges, que fez apenas duas das três substituições a que tem direito. Pela primeira vez, o técnico não deu chance a “Waltinho”, como o atacante era chamado por Renato Gaúcho.

“Se continuar assim, vou conversar com a diretoria para resolver minha situação e vou procurar outro clube para jogar”, ameaçou Walter. Já Rafael Sobis só tinha motivos para estar feliz. Autor do gol da vitória, ele declarou que o time do Fluminense está se reencontrando depois de um período difícil. Para o meia Wagner, o grupo vem assimilando de forma natural a filosofia de Cristóvão Borges – Walter talvez seja a exceção.

 

Compartilhar
Compartilha