Trio é preso ao trazer 23 quilos de crack de Minas Gerais para o ES

A vida de luxo ostentada pelo chefe do trio chamou a atenção da Polícia.

Três homens foram presos neste domingo (24) transportando 23 quilos de crack, escondidos no tanque de combustível de um veículo. A droga era trazida de Minas Gerais para o Estado do Espírito Santo(ES). A vida de luxo ostentada pelo chefe do trio chamou a atenção dos policiais que fizeram a prisão.

As prisões foram resultado de dois meses de investigação da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (Deten). O traficante Thiago Antônio Ramos, 28 anos, é apontado pela polícia como o chefe do esquema. Ele teria recrutado o encanador Ney Carlos Loureiro Rosa, 29 anos, e o soldador Rômulo César Pereira de Siqueira, para fazer o transporte da droga.

entorpecentes

Investigadores da Deten descobriram que na última sexta-feira Thiago e os comparsas viajaram para a cidade de Belo Horizonte para buscar um novo carregamento de crack. Eles estavam em um Fiat Pálio branco e um Kia Cerato vermelho. O trio foi preso quando retornava para o Estado.

Após passarem pelo Posto da Polícia Federal, que fica às margens da BR 101, em Viana, a polícia passou a persegui-los. Na frente – no carro vermelho – estavam Rômulo, na direção, e Thiago, no carona. Ney vinha logo atrás transportando a droga.

Durante a revista, a polícia encontrou seis tabletes de crack escondidos dentro do banco traseiro do Pálio. O restante da droga, 17 tabletes, estavam no tanque de combustível do veículo.

Thiago era considerado foragido da Justiça por ter fugido da Penitenciária Agrícola de Viana, em 2011, onde cumpria pena em regime semiaberto. Ele já tem passagem pela polícia por tráfico de drogas, associação para o tráfico, formação de quadrilha, receptação e porte ilegal de arma de fogo.

Já Rômulo e Ney, não tem passagens pela polícia. Os três foram autuados por tráfico e associação para o tráfico. Eles foram levados para o Centro de Triagem de Viana.

Compartilhar
Compartilha