• Home »
  • Esportes »
  • Presidente da Inter de Milão revela que Sagna recusou proposta do clube

Presidente da Inter de Milão revela que Sagna recusou proposta do clube

Erick Thohir declarou que fez proposta, mas o atleta achou melhor permanecer no futebol inglês

Segundo presidente da Inter de Milão, Sagna recusou uma proposta da equipe italiana

Segundo presidente da Inter de Milão, Sagna recusou uma proposta da equipe italiana.

Mesmo ainda na briga por uma vaga em competições europeias da próxima temporada, já que está na sexta colocação do Campeonato Italiano, a Inter de Milão volta suas atenções para a próxima temporada. Depois de assumir no fim do ano passado, o novo presidente do clube, Erick Thohir, promete injetar muito dinheiro para melhorar o elenco e alguns nomes já são comentados.

O próprio Thohir chegou a admitir o interesse no lateral Bacary Sagna, do Arsenal, mas o jogador recusou a proposta da Inter.

“Estávamos interessados no Sagna como alternativa para a formação, precisamos de um substituto caso Nagatomo ou Jonathan se machuquem. Mas o Sagna decidiu ficar na Inglaterra”, declarou o presidente do clube italiano.

Depois de se tornar o acionista majoritário da Inter, o magnata Erick Thohir assumiu a presidência em novembro. Em meio a um período de “vacas magras” no futebol italiano, o dirigente promete movimentar o mercado no meio do ano e a imprensa do país tem especulado sobre possíveis reforços.

Além de Sagna, Patrice Evra, do Manchester United, Edin Dzeko, do Manchester City, Fernando Torres, do Chelsea, e Álvaro Morata, do Real Madrid, foram os nomes levantados. Thohir chegou a admitir o interesse neles, mas nesta quarta-feira esfriou a possibilidade de contratá-los.

“O que eu disse sobre eles é que precisávamos de alguém para o ataque. A mídia falou os nomes e, em seguida, eu disse que poderiam ser úteis para a Inter. Com o Evra nunca houve qualquer discussão”, garantiu.

O mandatário também minimizou a possibilidade de troca de treinador. Na última terça, ele havia dito ao jornal Gazzetta dello Sport que a permanência de Walter Mazzarri no comando da equipe para a próxima temporada não estaria garantida porque eles todos, incluindo os jogadores, estão sob avaliação. Nesta quarta, no entanto, o dirigente afirmou estar satisfeito com o trabalho do técnico.

“Eu não tenho nenhum problema com Mazzarri e sua liderança. É normal fazer avaliações no final da temporada. Por exemplo, se o nosso site não é bom o suficiente, nós vamos tentar entender o porquê, ou como podemos melhorar a venda de ingressos. Como empresários que somos, precisamos fazer as avaliações”, finalizou.


Compartilhar
Compartilha