• Home »
  • Geral »
  • Novos Sedãs compactos estão com novo visual sem passar de R$ 40 mil

Novos Sedãs compactos estão com novo visual sem passar de R$ 40 mil

novo-logan

Eles já saem de fábrica mais equipados para “causar” nas ruas. Confira as novidades.

Quem procura um carro espaçoso para a família, mas não quer desembolsar mais do que R$ 40 mil está servido de novidades no mercado dos Sedãs compactos. O recém-lançado Renault Logan acirrou a disputa do segmento mais procurado do país, que já conta com modelos renovados como o Fiat Grand Siena e o Chevrolet Prisma.

A atualização sofrida pelos três modelos trouxe às lojas designs equilibrados, robustos e modernos, em busca de linhas jovens com pitadas de esportividade, nada semelhante às antigas gerações do trio.

Debaixo das roupas novas eles trazem motores quatro cilindros flex de 8V com potências e torques distintos. A versão Expression 1.6 do Logan, de R$ 39.440, entrega 106 cv (a 5.250 rpm) e 15,5 kgfm (a 2.850 rpm), enquanto os propulsores 1.4 do Grand Siena Attractive, de R$ 38.150, e do Prisma LT, de R$ 40.490, oferecem números inferiores. O sedã da Fiat chega a 88 cv (a 5.750 rpm) e 12,4 kgfm (a 3.500 rpm) e o Chevrolet atinge 80 cv (6.400 rpm) e 9,8 kgfm (5.200 rpm).

Além de ter mais potência e torque a um menor giro, o Renault ainda é o que está em melhor forma entre os três, pesando 1.028 kg contra 1.060 kg do Grand Siena e 1.029 kg novo Prisma.

Mesmo magrinho, o novo Logan é o mais encorpado. Entre-eixos, comprimento, largura e altura superam as medidas dos outros concorrentes. Já espaço do bagageiro é semelhante entre eles, com uma leve vantagem para o Fiat, com 520 litros – 10 l a mais que o do Logan e 20 l a mais que o do Prisma.

 

Eles já saem da fábrica mais equipados para “causar” nas ruas

O novo perfil dos consumidores brasileiros – cada vez mais exigente – fez com que os lançamentos das montadoras já saíssem mais equipados do que suas gerações anteriores.

Na lista de itens de série do Logan Expression 1.6, do Grand Siena Attractive 1.4 e do Prisma 1.4 LT constam a direção hidráulica, travas elétricas nas portas dianteiras (com travamento automático), volante com regulagem de altura, desembaçador do vidro traseiro, além de air bags duplos e freios com sistema antitravamento (ABS) com distribuidor eletrônico de força de frenagem (EBD), sistemas de segurança obrigatórios em todos os carros novos a partir de 2014.

prisma

Por dentro, eles também têm, em tamanhos variados, porta-objetos no painel e no console central, assim como nas portas. O trio também abandonou a necessidade de sair do carro para abrir o porta-malas. Prisma e Grand Siena dispõe de chaves-canivete com botão para destravar a tampa do bagageiro. O novo Logan, por sua vez, sai com um dispositivo interno para abrir o porta-malas e o tanque de combustível (este, também presente no carro da General Motors), recurso que evita a entrega da chave na hora do abastecimento.

Diferenciais

O novo Renault Logan chama a atenção por ser o único com sistema de entretenimento de série, com rádio, CD e MP3 player, Bluetooth e entradas auxiliar, USB e para iPod, e ar-condicionado. Junto com o Prisma, ele também oferece regulagem de altura no banco do motorista, alarme e banco traseiro rebatível (“1/1” no francês e “1/3 e 2/3” no americano).

De exclusivo, o Chevrolet traz o sensor de estacionamento traseiro, mas peca por não oferecer computador de bordo como os outros dois concorrentes. Já o Grand Siena se diferencia pelos faróis de neblina.

Em falta

Não espere rodas de liga-leve em nenhum dos modelos. Todos saem com rodas de aço com colatas integrais, sendo que o três volumes da Fiat é o único com aro 14 (os demais são equipados com aro 15). Nos três sedãs, o quinto passageiro tem que se contentar com o cinto de dois pontos e, com exceção do modelo da Fiat, com a ausência do encosto de cabeça.

trio-parada-dura

Compartilhar
Compartilha