Vídeo denuncia abuso em ônibus da Transcol, em Vitória, ES

Tarado ataca em ônibus da Transcol  em Vitória, Espírito Santo(ES)

montagem

Após onda de assédio em trens e metrôs que ganhou espaço na mídia após prisões de suspeitos no Rio de Janeiro e em São Paulo, um vídeo feito dentro de um ônibus da Transcol, linha 591, Serra x Terminal de Campo Grande, na Grande Vitória, no Espírito Santo(ES), na última quarta-feira (19), gerou revolta e indignação nas redes sociais.

Publicado numa fan page capixaba, o vídeo mostra um homem de tênis, calça listrada e blusa vermelha “encoxando” uma passageira. Ele chega a colocar o órgão genital para fora da calça e o esfrega na mulher – que não percebe o que está acontecendo.

Após se dar conta que está sendo filmado, o suspeito tenta disfarçar e finge estar mexendo no celular.

Vejam o vídeo:

Denuncie!

Somente neste ano, em São Paulo, 17 suspeitos de abuso no metrô e trens já foram presos. Por lá, há um telefone específico para denúncias do tipo, o que auxilia o trabalho da polícia. Aqui no Espírito Santo, você pode ligar para a delegacia mais próxima e também para a Ceturb, por meio do número 0800 039 1517.

Frotteurismo

O fenômeno, conhecido como “frotteurismo” (ato de esfregar-se em outra pessoa), é chamado nas comunidades investigadas pelos termos “encoxadas” e “encoxadores”.

Polícia de olho

Em São Paulo, um delegado comentou sobre o fato de muitas páginas na internet estimulares esse tipo de ato. “Estamos rastreando quem publica as imagens em tom de estímulo da prática para tentar prendê-los”, disse o delegado Osvaldo Nico Gonçalves.

De acordo com a SaferNet Brasil (organização da sociedade civil sem fins lucrativos que atua na proteção e promoção dos direitos humanos na internet), o “frotteurismo” na web é um fenômeno que vem sendo combatido no país desde 2007.

Recado da presidente

dilma_twitter_assedio


Compartilhar
Compartilha