Telexfree corre risco de perder Hotel no Rio de Janeiro

Inadimplente, a Telexfree corre novamente risco de perder o Tijuca Design Hotel SPE, no Rio de Janeiro. Desde junho, quando foi bloqueada pela Justiça, a companhia não paga as prestações do investimento.

Em outubro, a juíza do Acre, Thaís Khalil, responsável em julgar a ação civil aberta contra a empresa, havia decidido liberar parte dos recursos bloqueados para a quitação da compra. Porém, na quinta-feira, a magistrada suspendeu o alvará enquanto o Tribunal de Justiça do Acre não avaliar o recurso contra a medida aberto pelo Ministério Público.

A empresa está com cinco parcelas em atraso, no valor total de R$ 4,6 milhões e ainda deve mais
R$ 12 milhões, divididos em 13 parcelas. Em nota, a Design Hotel Tijuca diz que aguarda os prazos previstos no contrato de compra para tomar medidas contra a inadimplência.

Entenda a situação 

Contas bloqueadas

A Telexfree está com as contas bloqueadas pela Justiça do Acre desde junho. A empresa está impedida de pagar os associados e de recrutar novos integrantes. A empresa é também investigada pelo Ministério da Justiça e pela Polícia Federal no Espírito Santo.

Apurações fiscais

A Receita Federal, desde o início do ano, está investigando a Telexfree. Em setembro, conforme foto acima, o órgão afirmou investigar também os associados da empresa.

Compartilhar
Compartilha