• Home »
  • Brasil »
  • Quase 500 mil consumidores endividados poderão renegociar dívidas em feirão, no ES

Quase 500 mil consumidores endividados poderão renegociar dívidas em feirão, no ES

divida-renegociar-es-noticia-virtual

Cliente poderá ter até isenção de juros e multa, se pagar débito em até 12 vezes. Veja a lista das empresas participantes.

Mais de 480 mil consumidores endividados do Espírito Santo(ES) poderão renegociar as dívidas no Feirão Recupere seu Crédito, que será realizado entre os dias 3 e 7 de dezembro. Os consumidores poderão ter isenção de juros e multas se pagarem débito em até 12 meses. Em outros tipos de negociações, os descontos sobre o valor principal da dívida começam em 10%.

A campanha, organizada pelas Câmaras de Dirigentes Lojistas (CDLs) de Vitória, Vila Velha, Serra e Cariacica, será realizada no Masterplace Mall, que fica na Reta da Penha. De terça a sexta-feira, o horário de funcionamento será das 10 às 19 horas, e no sábado, das 9 às 14 horas.

Estarão reunidos nesse espaço mais de 20 lojas, concessionárias de serviços essenciais, bancos, financeiras e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), além das CDLs. “A intenção do feirão é que as empresas ofereçam condições especiais para receber dívidas e que os consumidores retirem o nome do SPC e recuperem o poder de compra no final de ano, além de conscientizar as pessoas sobre a importância do crédito e de seu uso consciente e planejado”, comentou Carlo Fornazier, presidente da CDL Vitória.

A Cesan, por exemplo, vai oferecer descontos sobre o valor principal, juros e multas. “Cada caso será analisado individualmente”, disse Fabiano Canal, da divisão de cobrança da empresa.

Como vai funcionar

A ação vai funcionar da seguinte forma: na secretaria, onde ficam os balcões das CDLs, o consumidor irá se informar de seus débitos. Depois, irá retirar uma senha, aguardar, e quando chamado, irá se deslocar até o estande da empresa credora para buscar a renegociação. Para isso, ele tem de estar portando documentos de identificação, como Carteira de Identidade e Cadastro de Pessoas Físicas (CPF).

Segundo a gerente de cobrança da Dacasa, Danielle de Freitas, a financeira espera um aumento na procura por negociações. “Com o pagamento do 13º salário, os clientes terão a oportunidade de colocar as contas em dia. Estamos nos preparando para oferecer atendimento de excelência”.

No Banestes, a expectativa é que essa edição seja tão boa quanto a do ano passado. “No Feirão de 2012, negociamos com mais de 700 clientes”, reforça Vicente Lopes Duarte, gerente-geral de reestruturação de ativos.

Serviços gratuitos

Em uma parceria com a Prefeitura de Vitória, haverá o balcão do Serviço Cidadania, com emissão gratuita de Carteira de Identidade, CPF e Carteira de Trabalho.

Já no Espaço Negócios, o Sine vai apresentar as oportunidades de trabalho. E a Defensoria Pública do Estado vai prestar assistência jurídica.

No estande Educação Financeira, serão ministradas palestras, pela manhã e à tarde. Entre os temas: como economizar e estar sempre no azul; as melhores formas para sanar as dívidas; e como usar o cartão de crédito para compras parceladas.

“A intenção é conscientizar as pessoas sobre a importância do crédito e sobre como usá-lo sem comprometer a sua adimplência. O crédito é um excelente instrumento de crescimento econômico e geração de renda, desde que bem utilizado”, ressaltou Orlando Rezende, superintendente da CDL Vitória.

A expectativa é que cerca de 20 mil pessoas sejam atendidas durante os cinco dias de campanha. No Estado, existe mais de 1,9 milhão de registros no banco de dados do SPC, o que corresponde a cerca de 480 mil inadimplentes.

Cadastro Positivo

Para facilitar a vida de quem deseja incluir o nome no Cadastro Positivo, para ganhar descontos e até redução de juros em compras futuras, a CDL Vitória estará, em seu estande, com uma equipe especializada para realizar o cadastramento e tirar dúvidas sobre esse novo banco de dados.

É preciso, para fazer parte do Cadastro Positivo, autorizar a inclusão mediante o preenchimento de um termo específico. Esse procedimento é simples, rápido, gratuito e basta que o consumidor esteja portando documentos pessoais.

Um dado importante é que mesmo autorizando a inclusão, o consumidor pode pedir a exclusão do seu nome da lista a qualquer momento.

Confira o que algumas empresas vão oferecer:

Dacasa Financeira: vai analisar cada situação de forma personalizada, buscando facilitar a quitação das dívidas de acordo com as condições do cliente, podendo conceder descontos, tanto nos juros quanto no valor da prestação, para quem está em atraso ou antecipando o débito. O percentual vai depender das condições de pagamento do cliente, do valor da dívida e do tempo em que ela está ativa.

Banestes: vai conceder até 100% de desconto nos juros das dívidas. Cada caso será analisado individualmente. No estande do Banestes, haverá gerentes responsáveis pelo atendimento e renegociação da dívida.

Farmácia Santa Lúcia: para dívidas com menos de 12 meses de vencimento, haverá isenção dos juros e multas para o pagamento à vista. Já para as dívidas superiores a 12 meses, será concedida isenção dos juros e multas e desconto de 10% do valor principal registrado no SPC para pagamento à vista.

EDP Escelsa: os clientes que possuem débito poderão efetuar o parcelamento do valor devido com redução de juros.

Cesconetto: para dívidas com menos de 12 meses de vencimento, isenção dos juros e multas se o pagamento for à vista. Caso as dívidas sejam superiores a 12 meses, os clientes terão isenção dos juros e multas e desconto de 10% do valor principal registrado no SPC, se o pagamento for à vista.

Cesan: vai oferecer descontos sobre o valor principal, juros e multas. Cada caso será analisado individualmente.

Microlins Vitória: para dívidas com menos de 12 meses de vencimento, haverá isenção dos juros e multas para o pagamento à vista. Já para as dívidas superiores a 12 meses, será concedida isenção dos juros e multas e desconto de 10% do valor principal registrado no SPC para pagamento à vista.

Casas Santa Terezinha: descontos nos juros para quitação do débito à vista, entre 30% a 100% conforme o número de dias de atraso. Parcelamento da dívida: todos com entrada e parcelamento em até 10 vezes, onde os descontos nos juros vão de 15% a 80%.

D’Campanha: para dívidas com menos de 12 meses de vencimento, haverá isenção dos juros e multas para o pagamento à vista. Já para as dívidas superiores a 12 meses, será concedida isenção dos juros e multas e desconto de 10% do valor principal registrado no SPC para pagamento à vista.

Caixa Econômica Federal: após análise da dívida, o cliente poderá desfrutar de condições especiais de pagamento, que consistem em descontos de 10% a 70% no capital, com possibilidade de quitação à vista ou parcelada em até 12 vezes.

Lojas Mercadão: para as dívidas com menos de 12 meses de vencimento, haverá isenção dos juros e multas para o pagamento à vista. Se a dívida for superior a 12 meses, os clientes terão isenção dos juros e multas e desconto de 10% do valor principal registrado no SPC para o pagamento à vista.

Avon: negociará o débito e as condições de pagamento de acordo com cada caso.

Credpúblico: isenção dos juros e multas para dívidas com menos de 12 meses de vencimento se o pagamento for à vista. Já para as dívidas superiores a 12 meses, haverá isenção dos juros e multas e desconto de 10% do valor principal para o pagamento à vista.

Calçados Itapuã: cada caso será tratado individualmente, de acordo com o perfil da dívida. Mas as condições especiais de pagamento podem chegar até a isenção dos juros e desconto no valor principal à vista, além de opções para parcelamento.

Rosas Calçados: para dívidas com menos de 12 meses de vencimento e pagamento à vista, haverá a isenção dos juros e multas. Quando as dívidas forem superiores a 12 meses da data vencimento, os clientes terão isenção dos juros e multas e desconto de 10% do valor principal para pagamento à vista.

Cartão Avista: ainda não definiu as condições especiais para o feirão.

Joalheria Primo: para dívidas com menos de 12 meses de vencimento, isenção dos juros e multas se o pagamento for à vista.

Prenda Multishop: para dívidas com menos de 12 meses de vencimento, haverá isenção dos juros e multas para o pagamento à vista. Já para as dívidas superiores a 12 meses, será concedida isenção dos juros e multas e desconto de 10% do valor principal registrado no SPC para pagamento à vista.

Racco Cosméticos: isenção dos juros e multas para dívidas com menos de 12 meses de vencimento se o pagamento for à vista. Já para as dívidas superiores a 12 meses, haverá isenção dos juros e multas e desconto de 10% do valor principal para o pagamento à vista.

Vitória Credisol: para dívidas com menos de 12 meses de vencimento, haverá isenção dos juros e multas para o pagamento à vista. Já para as dívidas superiores a 12 meses, será concedida isenção dos juros e multas e desconto de 10% do valor principal registrado no SPC para pagamento à vista.

Casas Bahia: ainda não definiu as condições especiais para o feirão.

Fonte: GazetaOnline

Compartilhar
Compartilha