Em extinção, gato-mourisco é capturado em Colatina

Dono de sítio chamou a polícia achando que havia capturado um gato-do-mato que comia as galinhas da propriedade.

O Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) recolheu um gato-mourisco em uma propriedade rural no distrito de Reta Grande, município de Colatina. A espécie está em extinção.

gato_mourisco

Os policiais ambientais foram acionados e o solicitante descreveu que havia capturado um gato-do-mato que vinha comendo galinhas há algum tempo. O felino foi recolhido e levado para a sede da 2ª Companhia, sendo avaliado e identificado pela policial ambiental e bióloga, soldado Daltoé, como um gato-mourisco, que vive em florestas, se alimenta de pequenos mamíferos e aves que vivem no solo. Além disso, possui hábitos diurnos, ao contrário da maioria dos felinos, e vive solitário.

O animal está saudável. Mesmo assim, foi encaminhado para o Centro de Reintrodução de Animais Selvagens (Cereias) localizado em Barra do Riacho, município de Aracruz, para uma avaliação mais detalhada e posterior soltura em seu habitat natural.

De acordo com o comandante da 2ª Companhia, capitão Anderson Zambon, é importante que as pessoas, ao se depararem com esse tipo de animal, não tentem capturá-lo. “O melhor a fazer é manter contato com órgãos ambientais que possuem servidores treinados para captura, com mínimo risco para si e para o animal”, finalizou.

Fonte: PMES


 

Compartilhar
Compartilha