• Home »
  • Geral »
  • Cachês milionários: Eles não saem de casa por menos de R$ 1 milhão

Cachês milionários: Eles não saem de casa por menos de R$ 1 milhão

Faustão custa três vezes mais que astros internacionais como George Clooney e Jackie Chan.

caches-milionarios

A ascensão da economia brasileira elevou o consumo e impulsionou o mercado publicitário que, agora, é capaz de pagar cachês milionários para que um famoso estampe a propaganda de seu produto. Você sabia, por exemplo, que contratar Faustão sai até três vezes mais caro do que astros internacionais como George Clooney e Jackie Chan?

Ivete Sangalo, Claudia Leitte, Michel Teló, o casal Angélica e Luciano Huck, e o apresentador Rodrigo Faro são alguns nomes que não saem de casa por menos de R$ 1 milhão. A seguir, detalhamos cachês, descontos, entre outras curiosidades de quem leva mais de R$ 33 mil, ou um carro zero km, por segundo em um comercial.

Parece surreal afirmar que um artista leve R$ 1,5 milhão por um comercial de 30 segundos, o que daria R$ 50 mil por segundo. Na verdade, um artista é uma empresa, logo, ele não fica com toda a grana. No auge, o cantor Michel Teló já abocanhou esse valor.

O cantor Michel Teló teria ganho R$ 1,5 milhão para fazer a campanha de uma marca de veículos. Além do filme e fotos, ele gravou uma versão do seu hit “Ai Se Eu Te Pego” para a peça publicitária.

Porém, engana-se quem pensa que Michel Teló, a pessoa física, tenha embolsado todo o R$ 1,5 milhão do cachê. Como todo brasileiro, Michel tem que pagar os impostos sobre esse valor. Só a Receita Federal fica com 27,5% do cachê de R$ 1,5 milhão, ou R$ 412.500. Fora os gastos com seus funcionários e comissões para empresário.

A cantora Claudia Leite é outra que abocanha mais de R$ 1 milhão por grandes campanhas publicitárias, afirmam especialistas em imagem consultados pela reportagem.

Claudia Leite teria recebido R$ 1,5 milhão para dividir a cena com Ivete Sangalo em uma propaganda de uma lâmina de barbear.

Por segundo de filme com Ivete, Claudia Leite teria levado também R$ 33 mil, ou seja, o valor equivalente a um carro zero popular, como o HB-20, da Hyundai.

Ivete Sangalo é uma das mais procuradas para campanhas e, por isso, seu cachê também ultrapassa R$ 1 milhão. Quer saber quanto ela embolsou para dividir a cena com Claudinha Leite?

Para vender a lâmina de barbear, Ivete levou o mesmo R$ 1,5 milhão de sua colega, Claudia Leitte, estima o mercado. Ivete faz mais campanhas ao ano, mas como todo brasileiro, não escapa do desconto de 27,5% do governo sobre o valor bruto.

A boa moça Sandy foi “Devassa” no comercial da cerveja homônima e até mudou a cor dos cabelos para uma marca de tintura. Estima-se que ela recebeu R$ 2 milhões por cada trabalho.

Porém, dos R$ 2 milhões por contrato, ela teria embolsado apenas R$ 1,1 milhão com os descontos, apostam os profissionais de imagem.

O casal que mais vende no País, Luciano Huck e Angélica atuam juntos e também separados. Contratar o casal sai mais de R$ 1 milhão por cabeça.

Huck é presença firme durante anos com as mesmas marcas e o casamento com Angélica impulsionou os filmes voltados para a família. Eles vendem de sabonete íntimo a polivitamínico.

E não é só o dinheiro que separa Angélica e Huck do sonho de tê-los como garotos propagandas. Eles são tão procurados que o contratante pode encontrar dificuldade com agenda. O casal também recusa anúncios de acordo com o produto.

Além da música e da TV, alguns atletas também não saem de casa por menos de R$ 1 milhão. É o caso do garoto prodígio Neymar, cujo rosto estampa de cueca a capas de celular.

Neymar ganha mais de R$ 1 milhão por cada contrato de publicidade, estimam especialistas. O jovem assinou contratos com companhias de telefonia celular e marca de roupa íntima, entre outras empresas.

Neymar levou R$ 10 milhões de uma operadora de celular e R$ 4 milhões para ser garoto-propaganda da grife de moda íntima. Considerando R$ 14 milhões desses dois contratos, estima-se que jogador do Barcelona teve de pagar cerca de R$ 4,2 milhões ao empresário dele.

Não dá para falar em contratos milionários na propaganda brasileira, e por que não mundial, sem citar Ronaldo Fenômeno. O craque recebe muito mais de R$ 1 milhão para qualquer ação publicitária, avaliam profissionais de marketing.

Apenas no contrato com uma empresa de telefonia, que vai até 2014, a bolada teria sido de R$ 14 milhões – o valor inclui até o nome do patrocinado na rede social do craque.

Ao lado da Ambev (Brahma) e da Nike, Claro, Extra, Fiat, Duracell e Hypermarcas fazem parte do time de patrocinadores de Ronaldo. O total que ele recebe de todos? R$ 30 milhões, informou a Forbes – revista especializada em finanças.

E por falar em brasileiros que conquistaram o mundo, o que dizer da top modelo Gisele Büdchen? O Brasil contrata a top, mas a peso de diamante. Quer saber o cachê?

Gisele Bündchen é a modelo mais rica segundo o ranking da revista de economia Forbes. O contrato com uma marca brasileira de calçados teria rendido à top R$ 12 milhões. Quanto ficou com o empresário dela?

Os impostos dão uma mordida de R$ 1,6 milhão, afirmam tributaristas. Se Gisele levar a grana para os EUA, onde mora, ela é taxada de novo com a legislação norte-americana. Porém, acordos entre Brasil e EUA deixam a mordida mais branda.

O apresentador Rodrigo Faro, da TV Record, é apontado como o novo queridinho das agências. Ele vende de tudo e tem fama de não reclamar de nada. Quer saber quanto ele cobra?

Rodrigo Faro não sairia de casa por menos de R$ 1 milhão por campanha, apostam os marqueteiros. Nesta semana, em entrevista à TV, o apresentador confirmou que recebeu somente este ano R$ 45 milhões em ações publicitárias – sem considerar os descontos. Mas ninguém ganha mais que Faustão.

O apresentador Fausto Silva é o “Rei da Propaganda” no Brasil e, para ele sair de casa, cobra a bagatela mínima de R$ 2 milhões, de acordo com disponibilidade de agenda e tipo de produto. A estimativa parte de especialistas em imagens e agências de publicidade.

Faustão tem o poder de cobrar até três vezes mais que astros de Hollywood, como George Clooney e Jackie Chan. A afirmação partiu de um presidente de uma montadora, que contratou o apresentador para o lançamento de um carro chinês aqui no Brasil.

Durante o lançamento do carro ao qual Faustão anuncia, o presidente da marca no Brasil afirmou  que o apresentador foi caro, mas a melhor escolha, pois se identifica mais rapidamente com o público brasileiro:

— Faustão foi a escolha certa, mesmo ele cobrando um cachê três vezes maior do que seria o do George Clooney.

Em 2011, o cachê de George Clooney era de U$S 2 milhões e o do ator chinês Jackie Chan perto disso, segundo a imprensa internacional. Portanto, Faustão teria custado peso de ouro para bancar a estreia do carro para a montadora, que não confirma as cifras. E Faustão ainda exige outros mimos.

Além do cachê milionário, Faustão exige mais 15% referentes a direitos conexos. O valor sempre vai para a equipe que participou dos trabalhos, como maquiador, figurinista, equipe técnica, entre outros envolvidos na produção.


Compartilha