• Home »
  • Esportes »
  • Aloísio manda recado a ‘herdeiro’ no São Paulo: ‘ Se é pra meter uma trivela à la Ronaldinho, será muito bem-vindo’

Aloísio manda recado a ‘herdeiro’ no São Paulo: ‘ Se é pra meter uma trivela à la Ronaldinho, será muito bem-vindo’

Campeão do Mundo pelo São Paulo, Aloísio falou sobre a contratação de Alan Kardec

Aloísio Chulapa aprovou a chegada de Alan Kardec ao São Paulo.

Além da pressão natural para conquistar títulos, o atacante Alan Kardec terá no São Paulo a responsabilidade de usar uma camisa que marcou época. Com a 14 às costas, Aloísio Chulapa conquistou o Mundial de Clubes em 2005 e três títulos brasileiros: 2006, 2007 e 2008. Para o ex-atacante tricolor, o novo reforço tem tudo para brilhar no clube.

“É uma ótima contratação. É um jogador que vem mostrando serviço nos clubes que passa. Eu falaria pra ele dar continuidade ao trabalho que ele já vem fazendo. É um atacante de muita qualidade e também uma ótima pessoa fora de campo. Tenho certeza que ele vai trazer muitas alegrias pro nosso São Paulo”, afirmou Aloísio.

Se para Alan Kardec a inspiração para usar a 14 vem do francês Thierry Henry, Aloísio teve um motivo muito menos glamuroso para a escolha. “Na verdade eu não tive um motivo, era a única que tinha disponível na época. Me deram a camisa 14 e eu resolvi agarrar a oportunidade. Sempre tratei a camisa com muito carinho. Hoje, quando chego em casa, tem uma logo na entrada pra eu ficar olhando e sempre vem aquela lembrança maravilhosa. Vai ser assim pro resto da vida”, explicou, emocionado, ao lembrar do ex-clube.

E a camisa guardada por Aloísio é do momento mais marcante de sua carreira, na final do Mundial de Clubes, quando achou um passe espetacular para Mineiro marcar o gol do título são-paulino. A jogada foi apelidada pelo próprio Aloísio como “uma trivela à la Ronaldinho do Paraguai”, lance que ele sonha em ver novamente, agora pelos pés de Alan Kardec. “Se for pra ele repetir aquela trivela à la Ronaldinho Gaúcho e trazer títulos pro nosso Tricolor, será muito bem-vindo”, brincou.

O novo dono da emblemática camisa só poderá estrear após a Copa do Mundo, período para se adaptar ao clube e quem sabe se inpirar com os lances e gols proporcionados por um grande ídolo que já vestiu a 14 do Tricolor.

Compartilhar
Compartilha