• Home »
  • Geral »
  • Em nota, Marcos Palmeira nega ter perdoado assaltante em Itororó

Em nota, Marcos Palmeira nega ter perdoado assaltante em Itororó


Ator disse que não tinha conhecimento sobre a ficha criminal do bandido.

Marcos Palmeira Em nota, Marcos Palmeira nega ter perdoado assaltante em Itororó

Ator foi acompanhar amigo à delegacia e bandido pediu abraço

Marcos Palmeira negou, em nota enviada à imprensa na terça-feira (14), ter perdoado o assaltante no município de Itororó, localizado a 500 km de Salvador. O ator disse que foi à delegacia acompanhar o amigo Roberto Freire, que fora furtado, e foi reconhecido pelo bandido que pediu um abraço e a cena foi registrada por uma fotógrafa da cidade.

Ainda na nota, o ator informou que não tinha conhecimento sobre a ficha criminal do bandido e seus antecedentes e que como não encontraram escrivão nem delegado retirarem-se com os pertences recuperados, sem registrar queixa.

Segundo Frank Nogueira, delegado da cidade, Lucas Couto Cardoso, 30 anos, responde por crime de estupro. Ele ficou preso por quase oito meses no Presídio de Itapetinga, município onde cometeu o crime, mas está em liberdade condicional.

Ainda segundo o delegado, houve um equívoco nas informações prestadas à imprensa inicialmente. De acordo com Nogueira, os pertences roubados foram do funcionário da fazenda de Marcos Palmeira.

Nogueira contou ainda que o homem roubou dois celulares que estavam na bolsa da mulher de Freire dentro do carro. O funcionário do ator esqueceu de travar as portas do veículo.

O delegado Marcus Vinícius de Moraes Oliveira, titular da 21ª Coorpin-Itapetinga (Coordenadoria Regional de Polícia do Interior), anunciou, em nota enviada à imprensa na segunda-feira (13),  que a Delegacia Territorial (DT) de Itororó vai abrir inquérito para apurar as circunstâncias do roubo.

— Trata-se de um crime de ação pública incondicionada, que independe da vontade ou não da vítima em registrar a ocorrência.

Na nota, o delegado lamentou o fato do ator não ter feito o registro da queixa no Plantão Policial, que funciona, há 10 anos, todos os fins de semana, na sede da Coordenadoria, em Itapetinga, distante 25 km de Itororó.

A Delegacia de Itororó, assim como outras delegacias de menor porte da região, trabalha em regime administrativo, de segunda a sexta-feira, e as ocorrências, nos fins de semana, são direcionadas para Itapetinga.

Fonte: R7


Ação